Pesquisar este blog

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Tempos de Glórias

 Olhe sempre algumas décadas a frente,

o presente pode ser de humilhação e vergonha,

tenha humildade e coragem para enfrentar o fracasso e a derrotam,

um dia será passado; e o futuro te reserva o sucesso e a dignidade...


Se você teve humildade para aceitar o fracasso e o desprezo,

Tenha ainda mais humildade para aceitar o sucesso.

Perdoe os que duvidaram de sua capacidade,

Perdoe os que te desprezaram e te humilharam.


Tenha sempre em mente que o dia da vitória chegará para você,

por isso, tenha sempre o coração disposto a se perdoar 

e a perdoar os que te desprezaram.


Esse modo de ver as coisas,

sempre olhando o futuro consciente que o dia da vitória

está em algum momento no horizonte,

posso dizer que é uma compreensão que nos leva

ao que Jesus chamou de "amar os nossos inimigos" .

Ou pelo menos nos dá uma visão ampliada para compreendê-los e perdoá-los.


Os que te desprezaram podem estar agora,

depois de uma década, em uma situação 

que era previsível e obvia no passado;

tudo têm suas consequências,

o que precisamos é ver muito antes o que o futuro reserva aos soberbos,

e compreendê-los,  e perdoá-los....  


J.Nunes 

É assim que eu quero ser.

 Sabe aquele instante que em a criança

cutuca o bolo e parece que ela é todo este momento 

em que ela cutuca o bolo. É assim que eu quero ser!


Para mim não existe filosofia mais profunda,

não existe religião mais certeira.

O gosto do café, levemente forte e amargo,

o gosto do pão apimentado na medida

e este Blues é tudo que é este mundo 

nesse exato momento.


O agora tem parcialidade com a vida,

parece não haver dualidade no mundo.

Não quero voz de pessoas ou de minha mente;

são sempre dualista, 

estão sempre exigindo respostas.

Não quero dar resposta para nada.


Gosto do silêncio de sentir o agora

sem precisar de dar resposta,

prefiro ser pluma levada pelo vento.

Esse agora me coloca no caminho da unidade com Deus.


J.Nunes 



quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Qualquer coisa pode ser o sentido da vida

 Enquanto tomo um café

em uma tarde de janeiro,

Vejo um portão levantando para o carro 

quem vem aproximando;

são os vizinhos retornam do trabalho,

passaram o dia inteiro fora de casa.

Enquanto levo o copo até a boca, penso:

Será que esse é o sentido da vida dos vizinhos?

Qualquer coisa pode ser o sentido da vida,

para alguns, cuidar da vida dos outros é um sentido para a vida;

para outros, ganhar dinheiro;

para outros, brigar por ideologias políticas é um sentido da vida;

para um preso, contar tijolos e azulejos pode ser um sentido para a vida;

para um marido traído o sentido da vida pode ser lamentar os cornos;

para um doente pode ser a cura;

para a minha vizinha, criar gatos e cachorros é o sentido da vida;

para quem sofreu uma dor pode ser curar a mesma dor nos outros.

Qualquer coisa serve para dar sentido a vida,

qualquer coisa que te coloque em movimento pode ser o sentido da sua vida,

qualquer coisa mesmo!...

Se o sentido da vida é dispersar e se esquecer, qualquer coisa serve.

Se você está curado, pode procurar algo mais produtivo para dar sentido a sua vida,

mas se você precisa com urgência encontrar um sentido para sua vida,

pode ser qualquer coisa; talvez correr, 

talvez aprender a tocar violão, 

talvez aprender a fazer amigos....

É claro que o sentido da vida tem sabor de alma e eternidade,

porém para hoje,  para o dia a dia, 

pode ser qualquer coisa que nos coloque em movimento.

O sentido profundo da vida é para longo prazo! 

Nesse momento o meu sentido da vida é o gosto do café

que ainda está na minha língua afiada. 


J.Nunes

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

Individualidade e Imparcialidade

Saber e aceitar que a sociedade é coletiva

e que o indivíduo é coletivo e individual

permite um olhar imparcial sobre o Poder 

que rege a coletividade.


A coletividade não pode ser imparcial,

porém o indivíduo dentro da sociedade 

pode ter seu julgamento pautado na imparcialidade

e nos seus oito valores: 

coerência, sensatez, equilíbrio, justiça, ordem, verdade, estrutura e consciência. 

Relativismo no Poder

 Caso a sociedade, estrutura como a conhecemos, fosse destruída 

ela retornaria feito Ave Fênix a se reestruturar do mesmo modo

a qualquer instante do surgimento de uma nova sociedade.


A nova sociedade se configuraria em um grupo superior no Poder

e um grupo inferior que defende e mantem o Poder, naturalmente, 

Por consequência e pela lei de dualidade que é a comprovação da existência;

esse novo Poder teria uma oposição que teria um grupo superior que cobiça o Poder

e essa luta resultaria na força reguladora que faz um certo equilíbrio, 

naturalmente, esse grupo de oposição

teria um grupo inferior que o apoia na chegada ao Poder.  


Quando o grupo no Poder destrói o equilíbrio desse movimento natural,

Quando o grupo que está no Poder abusa da autoridade

que os grupos inferiores os deram e os mantiveram no Poder;

há uma reação de derrubada e a troca de grupos no comando.  


Quando a sociedade degenera e entra no relativismo do Poder

e obriga os indivíduos a obedecer 

um Poder ditatorial a sociedade se autodestrói 

porque existirá uma oposição reprimida que se negará

viver com os seus valores, sua cultura, seus desejos e sonhos subjugados. 

O ser humano nasceu para a individualidade e a coletividade,

portanto a tolerância com as leis 

que impedem a manifestação de sua liberdade tem um limite tolerável e bem definido. 


Todos os indivíduos são seduzidos pelos marginalizados e livres,

porém, a nossa sensatez e coerência nos permite

perceber que é impossível estruturar uma sociedade de marginalizados 

sem que exista grupos estruturados trabalhando para o bem comum,

do qual até mesmo os indivíduos marginalizados dependem. 

Dentro dos grupos haverá também aqueles indivíduos 

capazes de altruísmo e sacrifício pela coletividade,

esses são necessário porque são  capazes de fazer uma revolução

ou manter uma estrutura de Poder.

J.Nunes 

Sobre todas as paisagens do caminho

Esporadicamente durante o dia
eu pensava em ti,
esporadicamente, enquanto meu corpo dorme,
lembro de ti. 

Me deixei esquecido de seu amor,
me deixei relaxado em cuidar do nosso amor.

Aprendi na Filocalia 
que a lembrança de Deus deve ser constante,
que o amor a Deus é um exercício de preparação 
para um encontro e para o momento 
de selar o comprometimento com o espírito. 

As circunstâncias, as horas e dia passam 
do mesmo modo que passa uma vida...
mas a oração constante passa como uma locomotiva 
sobre todas as paisagens do caminho
e Deus vai se fazendo cada dia mais presente.


J.Nunes 

domingo, 16 de janeiro de 2022

Vida Imediata

 O tempo devora e digere os fatos,

porém a Justiça Divina,

e até mesmo a justiça dos homens

salva a dívida é cobra o preço a se pago

quando menos se espera.


O que não está na minha conta,

aquilo que passou e fui indiferente;

a queda no muro de Berlim,

o fim da União Soviética,

a queda das Torres Gêmeas

entre muitos outros fatos históricos

que não me atingiram,

ou que nem se quer fiquei sabendo

devido ao fato, de por um tempo,

precisei cuidar da minha saúde

e dos meus problemas imediatos;

hoje eu penso: 

porque agora haveria de ser diferente,

porque não fico distante

e cuido da minha vida imediata,

porque não ficar fora do sistema?

Ignorá-lo e ser ignorado por ele

semelhante a um estranho que passa por mim

e nada temos em comum.  

J. Nunes 

Despersonalismo

 Despersonalismo

O que olhamos de perto

é o mesmo objeto que olhamos de longe,

porém os olhos presos numa faixa de realidade

é muito diferente dos olhos olhando o todo,

porém a faixa de realidade, o todo, 

um ponto de vista e a perspectivas que temos,

ou que olhamos uma determinada camada de realidade

não é a realidade...

Há sempre em tudo um elemento despersonalizador 

ou descaracterizador da camada de realidade.

Existe a possibilidade de uma arte

que é a mistura de todas as perspectivas

que se junta com o elemento descaracterizador 

ou despersonalizador da camada de realidade.


J.Nunes 

 

 

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Raio de Ação

 Meu raio de ação

é feito teia de aranha,

campo magnético.


Vou até onde meu raio de ação alcança.

Preocupo com minha presença,

cada indivíduo é um ponto de existência e consciência.


No mundo de noções globalizadas

nos preocupamos e sofremos com fatos

que ocorrem do outro lado do mundo,

muito distante do nosso raio de ação.


Vivo e me envolvo na vida dos meus semelhantes

até onde meu raio de ação alcança.

Meu mundo é esse campo magnético. 

J.Nunes 

sábado, 8 de janeiro de 2022

As Classes dos Incultos

O governo dividiu o seu país em classes e subclasses,

Os mais ricos estavam na classe A,

Os  menos ricos estavam na classe B

Os pobres estavam na classe C,

os mais pobres estavam na classe D,

os miseráveis estavam na classe E;

porém as classes ainda estavam divididas em subclasses,

A+ rico  e culto,  A- rico e sem cultura,

B+ menos rico e culto, B- menos rico e sem cultura,

C+ pobre e culto,  C- pobre e sem cultura,

E+ miseráveis cultos, E-  miseráveis e sem cultura.

Os critérios do Governo para considerar um indivíduo culto 

era a sua aceitação ao sistema de Governo e sua política;

por esses critérios eram distribuídas as oportunidades e as riquezas. 

Muitos indivíduos eram realmente "equivocados sinceros" 

muitos outros eram demagogos, hipócritas e oportunistas;

Aqueles tidos como incultos pelo governo

eram sinceros a suas convicções 

e não se vendiam em troca de benefícios e oportunidades;

esses conseguiam se manter nas classes e até mesmo subir 

na classe dos incultos com muito sacrifício e astúcia,

porém jamais fariam parte da elite culta do país.

O Governo do país  não ignorava que entre as classes não havia equilíbrio

e que não era possível o relativismo 

e o  nivelamento nem mesmo dentro das classes;

haviam conflitos, aflições, invejas, sofrimentos, dúvidas, doenças, indiferenças, disputas...

dentro de todas as classes e nas subclasses das classes,

Os indivíduos não atendiam rigorosamente aos parâmetros de cidadão perfeito,

segundo os padrões do governo. 

Para resolver as questões o governo adotou um critério muito objetivo:

Aceitar, não questionar e militar  a favor do governo.

Os equivocados sinceros são os melhores cidadãos;

porém não participam do jogo, 

simplesmente porque não compreendem o jogo.  

Quando o Governo percebeu, na prática, que era impossível

unificar os indivíduos e ao mesmo tempo 

representar a todas e atender a todas as diferenças dentro dos grupos,

o Governo criou o critério da Manutenção do Poder 

pela aceitação do indivíduo ao Governo. 

O individuo passava a ter a sua individualidade respeitada

a partir do  momento que aceitava defender o Poder vigente.

Era uma espécie de conversão que garantia o perdão, a liberdade e a oportunidade.

O Governo do país pensou que havia encontrado uma ideologia perfeita para sua nação,

no entanto, dentro das classes cultas começou surgir a cobiça, 

a inveja, o medo, a ganância, a intriga...e, naturalmente, ocorreu separações 

dessas classes cultas em cultos radicais, cultos moderados

e cultos equivocados que não sabiam que tudo é um jogo de retóricas;

O que está ocorrendo naquele país é que os tidos como incultos

estão aproveitando os excessos ideológicos dos "equivocados sinceros"

e estão criando uma forma de Poder que se pauta no mérito do trabalho,

no respeito à individualidade, na sanidade e na coerência,

sem precisar da conversão à ideologia imposta  pelo  governo. 

J.Nunes   

 

quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

A Cruz Pomeé

 Minha alma é uma criança feliz

que anda em outros planos e chama por sua mãe.

Nos caminhos a mãe mostra para a criança feliz

as três montanhas, sendo a primeira 

com um formado cilíndrico e branca com o mármore,

depois da terceira montanha 

há um castelo tão alto e grande quanto as montanhas.

No caminho e no horizonte há muitas colinas,

no caminho há o alicerce de um castelo imenso,

no fim do caminho o menino se encontra 

em frente a um jazigo, 

na porta do jazigo há uma Cruz Pomeé,

o menino já dentro o jazigo vê um caixão pequeno

que o deixa sem responda.


Nunes       

terça-feira, 4 de janeiro de 2022

A Criança feliz

 A mente questiona,

responde e questiona,

interessantemente. 


O coração está aqui

esperado a voz 

que vem do silêncio da mente.


A consciência posta do coração

cala a mente e espera 

a criança feliz 

que mora nos planos da consciência.


sábado, 1 de janeiro de 2022

J.Nunes - Poemas

 

https://www.youtube.com/channel/UCWHpsnhLAXbmpr4pvPeWQIQ



https://www.youtube.com/channel/UCWHpsnhLAXbmpr4pvPeWQIQ

Pessoa agradecida.

 Se não é o resultado do seu trabalho,

 Seja agradecido

Porque ninguém é obrigado a te ajudar,

Parta sempre do princípio que você 

Não merece nada

E que tudo é bondade, piedade dos outros, 

Ou ainda lei de Karma e  a Darma.

Cobre menos dos outros...

Ninguém é obrigado a ser legal com você,

Porém, 

Você pode merecer o reconhecimento,

No entanto, não deixe a sua vida

Subjugada a reconhecimento;

Você pode ser muito maior que isso.

O que importa é o que está feito.

Faça  você mesmo,

E faça bem feito,

Seja irresprovavel,

Reconhecer que falhou

 Faz parte do caminho. 

Se não está pagando para que façam,

Seja bem agradecido por tudo...

J.Nunes