Pesquisar este blog

O dançarino de Deus


O dançarino de Deus 


Não bebo, não fumo,

mas minha alma dança embriagada

ao som do deus elegante,

feito um dervixe rodopiante,


Minhas alma têm sete saias 

que giram lindamente, 

e me lança no espaço sem tempo. 


O som que vibrar nas cordas do alma

dança, gira e lança o espírito

 para muito além do tempo e do espaço. 


Meu corpo é contido,

Não bebo, não fumo,

porém me embriado do som que nasce do silêncio,

meu espírito, feito o Rei Davi, 

feito um aborígene de algum lugar do mundo, 

de qualquer tribo primitiva, 

canta e dança embriagado de Deus. 


José Nunes Pereira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário