Pesquisar este blog

Os convidados

santa ceia pão e vinho - Pesquisa Google | Ceia, Ceia do senhor ...


Os convidados 

Não fui convidado 
para á mesa do maligno,
não brindei com o diabo,
não vendi minha alma...
não recebi seus favores,
não frequentei seus festins. 

Estou pronto para defender o Cristo,
estou á mesa com os filhos do Deus altíssimo,
estou pronto para servi-lo nos altares,
para cantar a sua gloria
e morar nos seus Reinos
como um soldado do Cristo. 

Nunes 

Lugares Vazios

CURIOSIDADE: [RESOLVIDO O MISTÉRIO] Casarão abandonado tem fama de ...


Lugares Vazios 


Os lugares vazios dessa casa
foram tomados por poeiras,
por coisas que não servem mais
e por espíritos presos nas memórias. 

O vazios que se formam
se preenche de alguma coisa,
o vazio das despedidas,
os vazios do amor, 
o vazio dos fracassos,
o vazio dos medos,
o vazio dos abandonos
são preenchidos por sentimentos negativos.

Os vazios que se formam
devem ser preenchido de Deus
os espaços preenchidos
por ilusões e coisas efêmeras
deviam ter sido preenchidos por Deus,
Tudo com o tempo é esvaziado,
é só Deus pode preencher os espaços vazios 
e nos trazer alegria na vida e na alma.

Nunes 


Automaticamente

Automaticamente

campo de girassóis



Automaticamente

Existir seria pensar,
seria viver
seria respirar
sentir coração bater.

Repetir os mesmos rituais
automaticamente
seria viver?

Viver seria ter consciência
de cada instante,
e fazer algo novo
por ter consciência
de que se vive  mecanicamente!

Nunes     

A Matriarca

Maria, mãe de Jesus Cristo-homem | Estudos Bíblicos Teológicos ...

A Matriarca


A matriarca é adorada
em todos os alteres.
A matriarca é o principio feminino
a mãe que dá o alimento e a vida,
a mãe criadora,
a mãe do Cristo,
a mãe da igreja,
O mundo deve adorar e obedecer a matriarca.

A matriarca foi morta nos corações soberbos
com suas filosofias sem espírito,
com suas ciências modernas
e com os costumes materialistas desse tempo.

O Poder e a mística da mulher está todo colocado
na matriarca do mundo.
A mulher e o homem
que não reconhece o Poder da Grande Mãe
não merece a luz da sabedoria.

Todo homem deve se curvar aos pés da matriarca,
obedecê-la e adorá-la.

Nunes 

A mente é relativista


MOVIMENTO LITERÁRIO IMPARCIALISTA
O Imparcialismo      


Mentes traiçoeiras 

O menino brincava em um canto do salão,
por um instante ele esqueceu da morte no centro da sala,
do velório e das lágrimas pelo pai,
quando voltou a si, se culpou,
se achou muito mal por esquecer
de seu pai por alguns minutos.

Voltou a si como se voltasse de um sonho bom,
voltar a si pode ser voltar a consciência,
ou simplesmente acordar depois de um sonho terminado,
porém, sair de um sonho não é necessariamente consciência,
é retomar a realidade de um instante. 

A criança se sentiu muito mal
quando percebeu que o brinquedo
por um breve momento deve tanta importância
quando a morte e o velório de seus pai,
a criança se sentiu traída pela mente.
 
A mente é relativista,
a importância que damos aos fatos
se dão pela carga de sentimentos neles colocados.

A mente não sabe distinguir o valor
de um evento e de um fatos
tratando todos os friamente como acontecimentos,
são os sentimentos e pensamentos que fazem
uma escala de valor para cada circunstâncias.

A escala de valor da mente
é construída a partir dos interesses do ego,
e das circunstâncias e um dado momento.

Sentimos traídos pela mente
quando percebemos que temos apenas um corpo
que é usado por muitos pensamentos e sentimentos;
em um dado momento um pensamento assume o controle,
e nesse momento mudam todas as escalas de valores
isso ocorre porque a mente relativista
permite essa esse relativismo
com se todos os fatos e eventos fossem a mesma coisa.
O ego usa a mente de modo relativista.

A consciência se separa dos pensamentos e sentimentos,
reconhece essa traição,
e se atem em si mesma
podendo colocar os próprios critérios e escalas de valores.

Nunes 





   

Muitas vezes vento e caminhante se encontram.

vento do caminho


Caminhante 

A função do vento é ventar,
a função do caminhante é caminhar,
se acaso o vento e o caminhante
parasse para pensar 
quais são as suas funções, 
deixaria de ser e exercer a suas atividades.

Soprar até onde o vento faz a curva,
chegar ao topo da montanha
não é a função do caminhante e do vento;
a cada instante a função do vento é ventar,
e do caminhante é caminhar.

Muitas vezes vento 
e caminhante se encontram. 

Nunes  

Indústria do medo e da morte

Indústria da morte

Indústria do medo e da morte 

A morte está lá fora,
a morte está dentro de casa
a morte justifica a indústria da morte.

A morte vem da violência
o pânico vende segurança,
vende máscara,
vende remédio que mantem vivo
para tomar mais remédio.

Cria se a cura para o que foi gerado pelo medo,
depois cria se a cura para curar
o que foi gerado pelo remédio e a outra cura.
assim funciona o ciclo da indústria da morte e do medo.

O medo cria oportunidades
para quem implanta o medo,
a realidade não está nesse
ou naquele conceito,
a realidade não está na plateia,
a realidade não está no palco
e nem mesmo nos bastidores.

A realidade está na consciência
capaz de ver e caminhar sem ser notado
por entre os encenadores dessa ilusão de vida.

No fim, ninguém sairá impune,
há uma lei acima dos donos da indústria do medo e da morte
e acima das cobaias da indústria do pânico. 

Nunes 

Os sete girassóis da alma




Os sete girassóis da alma 

A alma deve se banhar
dos primeiros raios de sol da manhã
para colocar para girar os sete girassóis da alma.

Os girassóis da alma giram
muito mais que um carrossel,
muito mais que uma roda gigante,
muito mais que crianças na dança da ciranda,
muito mais que um dervixe rodopiante
e lança a alma para além das estrelas.

Adoramos o domingo, adoramos esse Dies Solis
as culturas primitivas adoram o Sol
como máxima representação da presença de Deus na terra,
São Francisco cantava ao Irmão Sol
Aton é  o Sol,
O Cristo é o Sol da Justiça.

Nos campos de girassóis
vejo uma canto de adoração ao Irmão Sol.
Antes que os girassóis da alma
se coloquem a girar
é preciso ter a alma pronta e purificada
pela morte do pecado.

Nunes     






Correspondência


Cidades escuras | 24 Imagens que mostram cidades de forma quase ...

Correspondência 

A cerveja  sobre o balcão,
o cigarro para relaxar
enquanto joga conversa fora...
ele  a flagrou com olhos de desejo,
ele correspondeu seus olhares
e a percebeu como uma mulher 
que fazia o seu tipo...
ele se aproximou e os seus sentidos 
foram todos aguçados e correspondido.

Foi difícil resistir tanta correspondência.
Isso que chamamos de amor é assim
uma necessidade de correspondência,
como qualquer outro vício...
que nos arrasta para os labirintos 
de uma vida dispersa. 

Isso que chamamos de amor é assim
uma necessidade de fazer de uma paixão
por coisas, lugares ou pessoas 
uma razão de viver,
ou controlamos o que nos chega
para não dispersarmos 
em um labirintos de vícios e desejos.     

Isso que chamamos de amor é assim
uma necessidade de por todos os propósitos
para correr na mesma direção
feito bando  búfalos em fuga 
de outros pensamentos e sentimentos
que queiram corresponder com qualquer
desejo ou vício diferente de nosso foco na vida. 

Ele a olhou nos olhos
sentiu toda a correspondência dos sentidos
observou tudo como quem está na tocaia de si mesmo
e passou por ela sem ser arrastado 
para os labirintos do desejo,
e compreendeu que os sentidos insaciáveis
vão para uma outra correspondência 
quando a paixão não esquenta mais os sentidos;
assim é em qualquer vício. 



Nunes 


Anulação

anulação

Anulação

Focamos tudo que somos em uma direção
feito Búfalos em fuga em bando,
não nos deixamos dispersos
para não correr o risco de sermos presas fáceis,
não nos deixamos dispersos, aprisionamos nos
em um corredor e corremos por inteiro
em uma única direção,
feito animais indo para o abatedouro.

Aprisionados a nós mesmos e os outros,
nos anulamos a nós mesmos e os outros
por medo de se perder na mais completa ausência
de significado, e por fim caímos na mais completa
ausência de significado de colocar se por inteiro
correndo em bando rumo a qualquer coisa
que resultará em ilusão. 


Deixar os pensamentos e tudo que somos correr
dispersos e correndo por todas as direções
e acompanhar com a consciência tudo que somos
é para os corajosos que se desgarram do bando.

A consciência é um leão na captura do que somos,
fazer na consciência uma tocai  contra o si mesmo
é para os guerreiros da alma.

A vida resulta em anulação de si mesmo
e dos outros, porque ela em si mesma é guiada
pelo bando que somos, mas para que não percamos o controle
direcionamos tudo o que somos para um único propósito
que resultará em desilusão porque qualquer propósito que vem
dos muitos que somos é efêmero.

A auto-anulação através do direcionamento de tudo
que somos rumo a um propósito é um medo oculto
de encarar se a si mesmo,
deixar os sentimentos e os pensamentos correrem
dispersos, apartar-se de si mesmo
e acompanhar tudo que somos feito leões na tocaia
é para os corajosos, os rebeldes de espírito.

Somente o leão da consciência
pode livrar nos da anulação de si mesmo,
da fuga em bando e até mesmo da fuga dispersa.

A fuga dispersa de tudo que somos
é também uma forma de prisão na ilusão de sermos livres,
é apenas uma outra forma de fugir de si mesmo
e do leão da consciência.

Nunes 
 
 


Sombras do Passado


poesia


Sombras do Passado


O presente vai se realizar a contragosto,
o futuro vai se desenhando em miragens,
o passado vai se apagando
feito  palavras escritas na areia,
o que fica para o futuro são
as sombras projetadas pelo passado.

O passado vai se apagando
quando não há qualquer vínculo sentimental
ou obrigação moral
 que nos prendam aos lugares, nas coisas e nas pessoas.

O que fica é matéria
que trazem de volta os sentimentos
através da lembranças,
e isso é o que chamamos de passado.

Se não há qualquer vínculo com lugares,
coisas ou pessoas não resta mais nada,
e veremos que o passado é matéria
dentro do tempo e do espaço.

Não é preciso sentir remorso
por não sentir preso
aos lugares, as coisas e as pessoas,
porque de todo modo estamos presos
em uma ilusão de liberdade por não termos vínculos,
sentir se livre é estar preso
nos sentimentos que andam dispersos
e também é uma espécie de fuga e anulação de si mesmo.

Nunes 










C M C: Poesia Imparcialista

Poesia Imparcialista

Nunes - poeta


C M C: Poesia Imparcialista: Nunes - poeta Poesias e arte no caminho da unidade: Nunes, poesia,mística, religiosa, espiritualista https://www.nunes-poeta.com/ ...

Coisas para fazer hoje

poeta nunes
Nunes 



Coisas para fazer hoje

Do outro lado da rua,
na janela do outro lado da rua,
ela sempre esteve ali...

Projetei o futuro
desprezei as coisas pequenas,
não cuidei dos sapatos novos,
sempre pensei que teria outro melhor,
dei pouca importância as gentes dessa Vila e dessa rua.

Me preparei feito um foguete mirando o espaço,
até que descobri que não sou foguete,
sou qualquer coisa cotidiana e singela.

Agora não me ocupo mais
com projetos rumo ao espaço,
rumo a um futuro um pouco longe;
não estou rumo a nada,
estou apenas capinando o jardim
e colhendo as folhas secas de outono.

O futuro é antes ou depois do almoço,
tanto faz...
a cada instante,
eu me faço por um lado
e me desfaço por outro.

Tanto faz,
tantas outras coisas erram futuro
agora estão no passados e estão acabadas.

O que chamamos de passado é o nosso vínculo 
sentimental, nossa obrigação moral com a coisas e as pessoas,
se não há qualquer coisa abstrata que nos prenda a matéria, 
o passado não existe, 
o que existe ou não mais existe 
é a coisa material ou pessoa. 

Estão o que importa é ser o que se é agora,
o que for projeto de ser nunca será integralmente,
ou passará feito um sopro.  

Nunca tivemos tanta ilusão de mudar o mundo;
não tenho grandes missões para hoje,
hoje tenho apenas que levar o lixo lá fora e lavar o banheiro,
hoje passa o lixeiro. 


Nunes


Olhos em contemplação


Olhos em contemplação


Olhos em contemplação


Não tenho a palavra certa,
não tenho a verdade absoluta,
tudo que tenho 
são olhos em contemplação
e coração obediente a lei de Deus.

Não tenho a palavra final,
não tenho ciências,
tudo que tenho
são relíquias de um coração
que sabe amar o caminho 
da obediência e da lei de Deus.

Não tenho palavra para orientar,
quem sou eu para julgar o mundo,
se Deus entregou ao homem a livre escolha;
tudo que eu sei é obedecer por amor,
tudo que eu sei é contemplar por amor,
tudo que eu quero é morar no silêncio 
e na paz dos corações humildes
que sabem viver segundo a vontade de Deus.  

Nunes 
  

Autodescobrimento



A criança e o gato – Portal Medicina Felina

Autodescobrimento

A criança descobre a chuva,
o rabo do gato que mexe;
não importa se todas essas coisas
já foram descobertas,
o que importa é o autodescobrimento,
o que vale é a alegria e o sorriso da criança
ao descobrir por si mesma.
Assim é a nossa criança interior. 

Nunes  

Distanciamento

universo de flores



Olhar de muito perto...


Se olho de perto vejo de um modo
se olho de muito mais perto ainda vejo de outro modo 
se olho de longe vejo de outro modo
se olho de muito mais longe ainda vejo de outro modo.

Quanto olho os corpos de muito longe
vejo uma massa que não se distingue,
quanto olho de mais longe ainda
vejo pontos que se destacam,
quando aproximo um pouco vejo nuances
quando aproximo, convivo e observo
vejo as leis e convenções que regem 
um determinado sistema de vida,
quando aproximo muito de um corpo
vejo universos dentro de universos,
quanto distancio também vejo universos dentro de universos.

Depois de compreender que a vida são universos;
o que mais importa é saber que o nosso universo é estabelecido
e firmado por leis, convenções e condutas
que as estruturam e dão a existência.

O olhar de muito longe oculta e revela universos,
o olhar de muito perto também oculta e revela universos.

Agora é preciso olhar, observar, aprender e acatar
a dimensão da vida na qual somos parte de um todo,
na qual somos unidade e coletividade,
na qual somos transformação, regeneração e estagnação,
da qual começamos a jornada para o infinitamente grande
e para o infinitamente pequeno.

É preciso viver e compreender a dimensão da vida do homem,
suas leis, suas convenções e as leis ocultas que regem a vida
dos homens...porém, desconfie de quem quer te vender 
verdades prontas feito pão de padaria. 

É viver e amar sem apegar se a dimensão do homem
e compreender que as leis, as condutas e as convenções     
são as colunas da existência do homem, 
de seu universo e de sua dimensão de vida.

A dimensão da vida do homem
da qual somos parte com um todo e como indivíduos
feito as estrelas  que  são parte de uma outra ordem de coisas;
do qual somos parte feito as abelhas que são parte de uma outra ordem de coisas,
no entanto, somos seres que reconhecem  a sua dimensão de vida
vê  outro planos de consciência e empreende uma jornada rumo
as dimensões de muito mais consciência, pureza, liberdade, sabedoria e luz.

Nunes 
  


   
 

Poeta Nunes


poeta Nunes
José Nunes Pereira

Nunes poeta

poesia esotérica, espiritualista, mística...  

Transgressores


Nietzsche

Transgressores 

Que pena que Friedrich 
Nietzsche morreu tão cedo,
puderá ter vivido o suficiente 
para explicar a sua filosofia...
e assim salvá-la das interpretações materialistas 
e libertinas desse tempo. 

O filósofo, em outros planos de sua existência,
certamente revoltou se com a interpretação de seus conceitos
segundo as vontades de um tempo moderno.

Esse tempo jamais compreenderia o que é uma transgressão
para além do Bem e do Mal,
uma transgressão que vem da consciência desperta
que compreende que nossas convenções
são um limite necessário para defender nos de nós mesmos,
a transgressão que está além do Bem e do Mal
está também muito além de nossas convenções 
tomadas por verdades.

Estar além do Bem do Mal
é não ser parte do espetáculo,
não  ser o telespectador, nem mesmo estar atrás
do palco da vida, e ver a encenação e a plateia.
Estar além do Bem e do Mal
é caminhar por esse jardim da infância,
que é encenação vida, como um adulto que já foi criança,
e ser criança no ponto onde todas as coisas se fundem
e é verdade que é a unidade. 

Nunes 


PPSP - Partido do Prazer na Sociedade do Prazer

zombaria a fé cristã



Partido do Prazer


Não poderia haver outro partido

mais coerente à sociedade contemporânea,

a sociedade do prazer,

do entretenimento,

do sexo em tudo,

da bizarrice democrática, 

da superficialidades,

das futilidades,

da desvalorização de tudo,

da teorização de tudo,

dos espetáculos,

sociedade onde qualquer opinião contrária 

as ideologias dos prazeres deve ser destruída,

e qualquer opinião contrária ao cristianismo deve ser apoiada;

sociedade das afrontas a tudo que é ordem e regra, 

dos direitos sexuais e das liberdades exacerbada

e do possibilismo negativo,

das liberdades opressoras a quem pensa diferente,

das zombarias aos símbolos sagrados do cristianismo,

da ditadura e imposições das libertinagens

como uma norma a todos, 

do nivelamento e do relativismo

como ferramenta de desestruturação e destruição;

esse é o PPSP - Partido do Prazer na Sociedade do Prazer.


Sociedade do Prazer

que transformou profano em sagrado,

e o sagrado em profano.

É permitido zombar do Cristo,

porém é crime zombar do prazer profano.  


Nunes


2012



Made in China

VÍRUS CHINÊS



Made in China


O Brasileiro está mais rico,

Agora temos acesso aos Made in China

Comprados em dezenas  de prestações

E em cartões de crédito.


É preciso que a China crie

O serviço Médico Made in China e outros serviços,

Para que nós, a nova classe média brasileira, tenha acesso.


O acesso as bugigangas tecnológicas,

As compras do cartão de crédito

Trouxe a ilusão de progresso!

Pessoas estão sendo despejadas de terrenos invadidos

Por que não possuem o que sempre teve e valor

E sempre terá valor, 

Que são terras e propriedades...


Salomão Alcântara

Nunes


25-11-2012

Imitação de Homem

Imitação de Homem


Tomou algumas cervejas em companhia

de algumas amigos no “Bar da Esquina”

Pegou o carro sem condição para dirigir,

Pagou pelo sexo,

Desacatou o policial,

Recusou o bafômetro,

Bateu na próxima esquina,

Estava com a carteira de motorista vencida,

Portava uma arma de fogo ilegal,

E drogas no porta luva.


Não, não é um homem irresponsável;

É uma mulher emancipada

Imitando a liberdade execrável de homens.


Antes de imitar homens

As mulheres dirigiam muito bem!


Salomão Alcântara

Nunes

O Crepúsculo dos tempos

poesia



Amor causa Impossível

poema de amor



Amor causa Impossível


Seu amor foi causa impossível,

Me vez sofrer por esse sentimento

Que foi tormenta em minha vida.

Rezei, pedi para ao santo

Das causas justas e urgentes,

Fiz simpatias para ganhar seu amor,

Apelei ao Santo Casamenteiro.


Depois de ganhar seus sentimentos,

E seu corpo com orações e magias,

Usei fita vermelha para conservar a paixão,

Pedi ao santo das causas impossíveis

Que você tenha olhos só para mim,

Que você seja uma pessoa sensível e fiel.

 Essa graça não alcancei...,

Talvez eu tenha pedido demais.


Cansada de ser enganada,

Faço a simpatia do sal amargo e Jiló

 Para que ele saia da minha vida.

 Cansada de ser traída

 Rezo a Santo Expedito

 Para que tire esse encosto da minha vida,

 Peço a Nossa Senhora Desatadora dos Nós

Para que eu possa ser feliz

 Sem esse amor causa impossível.


Darci Costa

Nunes


Reivindicações


a natureza reivindicando seus espaços
















Reivindicações 


Alguns homens destroem a natureza
para depois outros homens falarem de preservação
e de cuidado com a natureza 
como se ela dependesse dos cuidados dos homens.

O ser humano é que precisa preservar a natureza
para que possam ter recursos abundantes,
a natureza não precisaria de nossos cuidados
se antes os homens não a destruísse, 
se o homem estivesse em harmonia com ela. 

Destruir para depois cuidar é semelhante
a ferir um homem com um tiro
para vender a bala e o curativo, 
fazer a guerra para vender a paz,  
criar o problema para depois vender a solução.

A mãe natureza se recompõe
quando deixamos que ela siga 
o curso natural da vida.

Assim também é o homem na política,
aponta o erro e o crime do outro
para vender sua suposta honestidade.

Assim também é na política,
exigimos tanto dos políticos,
quando bastava que eles fossem apenas honestos,
porém qualquer virtude custa muito ao espírito,
e os homens não possuem, integramente, 
essa ou qualquer outra qualidade.

Cada homem é um grande emaranhado
de pequenas virtudes perdidas 
em meio a grandes pecados
que sempre sobressaem na personalidade.  
  

Nunes