Pesquisar este blog

O sentinela mexeriqueiro

Resultado de imagem para cidadela portugal


O sentinela mexeriqueiro 

O sentinela abandona o posto da guarda
deixa a cidadela sem quem olhar por ela
da guarita do alto da muralha.

O sentinela mexeriqueiro anda de porta em porta,
simpático, conversador, vaidoso...
o sentinela ganha um docinho aqui, um cafezinho ali,
é namorado pelas moças nas janelas,
é invejado pelos rapazes ciumentos,
é muito querido pelas senhoras que vê no sentinela displicente,
um perfeito marido e um pai querido.

Um dia o sentinela mexeriqueiro caiu em desgraça!
Em um desses dias que abandonou a guarita,
a cidadela foi tomada sem aviso.

O sentinela foi expulso da cidadela
e acabou morto pelos ladrões forasteiros. 

Nunes 

Oratório




Oratório

Em sua casa possui sala de estar,
cozinha para comer e cozinhar, 
quarto para dormir
e muitos outros lugares para outras coisas;
certamente não possui um oratório para orar,

Então faça um agora!
mesmo que de improviso,
sem preciosismo, faça agora!
quem adia não faz,
e rezar é urgente!

Porque a alma está acima de tudo
e além do tempo e do espaço... 
e não pode esperar,
e não vai esperar. 

Nunes 

Sol na casa doze

Sol na casa doze

Não fuja para dentro de si
Porque é lá que seus monstros habitam,
Não fuja para a vida material,
Não abandone sua casa interior,
Não a deixe aos seus monstros
Que te devora de dentro para fora...


Uma luz toca seu coração,
Deixe o sol entrar em sua casa
E surgirá aquela manhã em sua alma...

Deixe o sol entrar para que você,
Guerreiro da luz, tenha a claridade da consciência.
Deixe o Sol entrar e iluminar de dentro para fora...

Para que você estão, guerreiro da luz,
Combata seus monstros interiores,
Para que você estão possa ver o que há dentro de ti
E a vida lá fora que faz de tudo para te ludibriar.


Nunes

Sétimo Pecado Capital

Sétimo Pecado Capital

Meu corpo lento feito um boi,
Meu metabolismo preguiço
E meu corpo rechonchudo se move
Lentamente feito um gato velho e gordo.

Meu corpo é comandado por minha mente preguiçosa
Que se move o suficiente para se acomodar
E encontrar o prazer, o aconchego e o conforto.

Minha mente preguiçosa comanda meu ventre sempre empanzinado
Pela lentidão de meu estômago.
Minha mente preguiçosa é, contudo ansiosa
E me ocupa com tudo que não exige muito esforço
Mas que traga prazer e alimenta meus instintos,
Minha frouxidão e baixeza de caráter.

Minha mente preguiçosa não me deixa sacrificar o corpo físico,
Não me deixa por sacrifícios na alma,
Não me deixa por esforço nas atitudes, na moralidade e no pensamento,
Minha mente preguiçosa me faz arrastar pela vida feito uma lesma
Motivada pelos vícios pegajosos e pelos meus instintos mais vis.

A preguiça, meu sétimo pecado capital anda sempre acompanhada
Da luxuria que é essa eterna busca pelo prazer
E juntos eles fazem essa ansiedade e essa ira,
Por ser impossível sem esforço atingir meus propósitos.

A preguiça me coloca,  me deixa na vida sem objetividade,
Me faz arrastar de um lado para o outro com o esforço
Motivado pela busca incessante do prazer do corpo
Que me faz adiar qualquer esforço consciente.
Hoje vou me colocar em penitencia
E mortificação o Eu da preguiçoso.

Murilo Santiago
J.Nunez

O Pobre de Deus

Resultado de imagem para os pobres de deus são francisco

O Pobre de Deus 


É preciso ser pobre,
de valores do mundo,
de desejos e caprichos do pecado
para que possa rezar
a oração dos pobres.

É preciso andar de coração vazio
de importâncias do mundo,
é preciso que não leve nada...,
para que eu possa
rezar a oração dos pobres.

O coração que está cheio
de importância do mundo,
cheio de honraria dos homens,
preocupado com as vaidades da vida,
preso pelo orgulho de ser honrado,
não pode rezar a oração dos pobres.

É preciso ser igual a Lázaro em espírito,
é preciso ser criança
que confia nos cuidados do pai,
é preciso andar vazio por dentro,
para que esse espaço seja
preenchido pela presença de Deus.

A oração dos pobres
é para os humildes de verdade,
para os vazios de importâncias
e horárias do mundo.

A oração dos pobres é
para os verdadeiros pobres de Deus
que são os verdadeiros ricos,
herdeiros do reino dos céus.

Nunes 

Rebanho disperso

Resultado de imagem para rebanho de ovelhas disperso

Romanos 7:15  Eu não entendo o que faço, pois não faço o que gostaria de fazer. Pelo contrário, faço justamente aquilo que odeio.


Rebanho disperso  

O pensamento não surge sem a imaginação e a lembrança.
A imaginação pode ser consciente ou inconsciente,
porém, o pensamento não surge sem a associação
com a imagem,
e cada imagem tem uma  palavra que a define.

A palavra está associada a imagem e a ação ou função do objeto.
Se ordenar o pensamento que pense,
mas não colocar a imaginação e a palavra,
não há pensamento.

Calo o pensamento
se arranco dele a imagem e a imaginação.
A imaginação pode levar ao pensamento a pensar o que ela quiser,
consciente ou inconsciente.

Atrás dessa associação do pensamento,
a lembrança e a imaginação está o Eu Coletivo
que me leva a praticar os seus caprichos e pecados particulares.

Porém a consciência que observa a imaginação
e a imagem que dela surge,
pode observar, julgar e matar
o Eu que usa a imaginação, a imagem e o pensamento.

A consciência pode observar a imaginação
e o pensamento que dela surge,
e ainda o Eu que se oculta
e age por de atrás desse jogo de associações
de imagens,lembranças, pensamentos e imaginação.

Podemos ainda, com a concentração e a consciência,
concentrar feito um feixe de luz,
o pensamento associado a imaginação:
imaginação consciente.

Como quem pastoreis um rebanho,
Posso ainda deixar o pensamento navegar na imaginação
e observá-lo com a consciência e deixá-lo morrer a míngua.

Nunes 



Eu coletivo

Olho da janela quem me olha por fora,
quem me olha por dentro,
quem me olha e não é o mesmo que sou,
quem me olha de dentro para fora e de fora para dentro,
de dentro do dentro do dentro...

Quem me olha tão imparcial, desgarrado de mim
e indiferente aos meus caprichos.

Esse que eu não sou,
mas está dentro de mim me olhando
e pode me julgar e me matar por dentro.

Alguém que me olha tão separado de mim
que faz de mim dois:
o que olha o que sou na psique e nos comportamentos,
o que olha o que não sou e o que sou na vida.

A consciência é essa que olha tudo isso;
Eu coletivo de muitos de mim.

Imaginação consciente

Resultado de imagem para sol na janela
Sol na janela da alma 

Essa janela olha, fixamente,
para o sol de todas as manhã.

O pensamento é viajem
a imaginação é imagem fixa.

O pensamento é movimento, viajem,
A imagem é paisagem do caminho.

A lembrança leva a imagem para onde quer,
mas o pensamento não existe sem a imagem
e a imaginação.

O pensamento se fixa na imaginação consciente,
a consciência olha a imagem e o pensamento,
e pode morar no coração,
fixada na imaginação.

Amanheceu,
e o sol bate na janela da alma.

Nunes 

Descontentamento

Descontentamento

Talvez você não tenha notado:
tenho asas, que não podem se batidas
entre estas paredes.

Não sou anjo, na verdade,
sou bem oposto disso,
tenho asas e o canto doce de um pássaro.
danço embriago de solidão e silêncio
e invoco espíritos livres.

Ah!  meus amigos!...,
almas que repudiam a tudo que esta estabelecido,
escutem o meu canto solitário
e venham me resgatar.

Sim... sei que nos alimentamos de solidão,
por um instante,
rompamos o véu da distância,
sejamos soprados pela intuição
e guiados por nossas almas afins...

Sente-se a mesa, acompanhe-me
em alguns goles de um bom café,
falemos de assuntos que não seja esta rotina,
que não seja nada
que esta estabelecido como certo...

Se seres estranhos como nós pairam no ar,
é porque não temos chão,
e não aceitamos bases falsas.

Enrosquei minhas asas na rotina
e sem alimentar, minha alma
de silêncio e solidão, padece.

Nunes

30-11-2010 

Lei da Dualidade

Resultado de imagem para velas

Lei da Dualidade 


Para que afirme que Deus não existe
preciso de afirmar que existe um outra força 
que faça contrapartida com Deus,
logo, Deus existe! 
Porque não dá para afirmar a não existência 
de uma força sem haver contrapartida de outra.

Se afirmasse que Deus não existe
simplesmente porque não existe,
sem contrapartida de algo que existe,
e pode ser o que chamam de Deus,
ou o não Deus que faria contrapartida com Deus.

Se afirmasse que Deus não existe,
simplesmente porque não existe,
Estaria afirmando que nada existe,
porque tudo que existe tem contrapartida,
ou deixa algo ocupando o espaço de não existir ali, 
Posso afirmar que não existe uma casa em um determinado lugar,
mas não posso negar a existência do que conheço por casa. 

Se afirmar que Deus não existe,
simplesmente por que não existe
ficaria o vazio da não existência de todas as coisas,
porque tudo se completa com a existência de outra coisa
Que faz contrapartida com o que eu afirmo que existe. 

Se comparece Deus a uma nuvem que não existe no céu
se eu afirmar que Deus é uma não nuvens no céu;
tenho que ter alguma coisa substituindo essa não nuvem,
e seria um céu azul sem nuvem,
e esse céu azul sem nuvem e a claridade 
pode ser o que chamam de Deus. 

Para afirmar a não existência de alguma coisa,
eu tenho confirmar que existe, 
para depois afirmar que não existe. 

Para afirmar que não existe nuvens no céu,
tenho que afirmar que existe nuvens no céu em algum lugar,
para depois afirmar que não existe nuvem nesse céu.

Do mesmo modo que  se afirmar que Deus não existe,
precisa da afirmação dos que dizem que Deus existe
para que afirme, com base na afirmação de que Deus existe,
para afirmar que Deus não existe. 


Deus pode ser uma vela acesa para alguns
e uma vela apagada para outros,
porém não é possível negar a existência da vela. 

Nunes 

Coração alado



Coloring Page Of Hearts With Wings

Coração alado

É sempre o coração!...
Senhor do desejo sincero
E dos propósitos verdadeiros...
Coloquei minha razão
Neste caminho que escolhi
E livrei à alma
Por medo de ir fundo de mais.

A filosofia pede minha alma,
A arte quer mais que a razão,
Mas só tenho esse coração,
Para colocar nessa vereda de espinhos.

Se for para sangrar,
Que seja para eternidade da alma,
Se for para sofrer
Que seja para a liberdade do espírito.

Sou pássaro com muitos pares de asas,
Mas com um só coração
Para voar rumo à verdade...
Sou o noivo de uma única dama,
E ela pede meu coração,
E ela quer minha alma...

31/12/07

Nunes 

Não Ser

Resultado de imagem para caminhos retos

Não Ser

É impossível não ser,
ser faz parte de existir,
negar que é alguma coisa
é afirmar que é outra.

Não queira ser muitos,
é preciso escolher o bem,
e ser de preferência o menos possível
com maior intensidade possível.

Não participe de todas as conversas,
atenha ao que você é e faz,
viva e pense a todo tempo o que você é e faz.

Ande com o coração tranquilo,
com simplicidade e naturalidade
porque esse é o seu caminho.

De todas as possibilidade de ser no mundo
escolhi ser um buscador do caminho para Deus.

Nunes 

No Caminho do Coração

Resultado de imagem para no caminho do coração espiritualidade

No Caminho do Coração

Dei muitos passos  
em muitas direções diferentes,
me perdi em muitos caminhos,
me importei com questões
que faziam o ritmo da vida
e me dava a ilusão
de estar atado ao chão...
e sendo útil para alguma coisa.
  
Me perco porque não há pontos cardeais
nesse caminho abstrato,
não há ponto de referência
nem rituais de estar a caminho,
não nem mesmo há pegadas no chão,
nem mesmo sei se estou mesmo a caminho
indo para qualquer lugar
que não seja esse quarto
e essa mesa onde escrevo,
e que me recorda de voltar a caminha
no caminho do coração.

Nunes  


O Chamado

Resultado de imagem para caminho entre montanhas

Porque vai chegar um tempo em que os homens não suportarão a sã doutrina, mas, sentiram cócegas nos ouvidos, reunirão em volta de si mestres conforme suas paixões. Timóteo cap 4 ver 3.


O Chamado

É madrugada em minha vida,
Todas as portas estão trancadas,
As luzes das casas se apagaram
E só me resta voltar para a solidão.

Vou caminhar mais um pouco dentro da noite,
Vou resistir mais um pouco em voltar para casa,
E quando a amanhecer, 
A solidão, feito menino desamparado,
Se perderá de mim na multidão.

Quantas vezes amanheceu em minha vida,
Quantas vezes deixei a madrugada,
E me tornei mais um na multidão
Onde eu tentei me abandonar
Igual a qualquer coisa que não sabe que existi.

Mas o fato de me sentir,
Destacava-me a mim mesmo
Como se eu fosse o único a vestir essa pele.

Estou me rendendo feito um boi
Que lentamente se entrega a morte.
Quando eu desisto, escuto o chamado,
Que vem das montanhas silenciosas,
Das profundezas do meu ser,
Das cavernas escuras feito a noite,
Das sensações de existir...

Quanto eu me entrego, escudo o chamado
Que me mostra o único caminho
Que meu ser deseja caminhar,
Então, sinto o silêncio e a solidão,
Que feito à morte, me envolvem em seus braços.

Você que canta, dança, sonha, vive,
Não sabe nada da solidão do caminho
E do chamado para as noites de tormentas,
Para os precipícios da alma,
Para o silêncio e a solidão nas montanhas,
Para os desertos onde uivam cães famintos...
Não sabe que deve deixar o seu primeiro amor...

Nunes

O seu olhar em mim

Resultado de imagem para jesus e o mendigo quadro

O seu olhar em mim

Tenho vergonha de olhar nos seus olhos...
tenho medo que você
não me aceite como eu sou,
pequeno, pecador e nada tenho para te dar.

Quem sou eu...
que nem sei orar direito,
eu só sei pedir
e agradecer o seu olhar em mim.

Tenho ficado distante do seu caminho,
não tenho estado em sua casa,
não sou digno de viver ao seu lado,
mas você tem me aceitado
assim como eu sou,
pequeno, pecador, sem nada para te dar.

Não sei como retribuir
o seu olhar em mim,
não sei como sorrir,
o que falar diante de você

Eu sou o menino pobrezinho a sua porta,
você é o rei do mundo.
não sei como te chamar...
como posso levantar meu olhar
diante de você que brilha mais que o Sol.

Nunes


fonte da imagem:
https://provasdaexistenciadedeus.blogspot.com/2015/11/jesus-e-o-mendigo-ogla.html

Impreciso


Não há um troféu ou medalhas na prateleira
para dizer que fui vencedor em alguma coisa,
porém nada indica meus fracassos;
meu silêncio sobre tudo
o que foi a vida não deixou rastros.

Quem sou eu?
um gole de vinho descendo a garganta,
esquentado e acelerando a circulação do sangue,
deixando um gosto doce
e um final levemente amargo em meu paladar
é tudo que sou agora,
nada indica que sou mais do que isso.

Um outro momento
pode até ser que eu desça ao inferno
de meus desgostos com a vida,
mas agora, tudo que há é esse gosto de vinho tinto
que ainda sinto em minha boca.

Um apocalipse, um castigo de Deus,
um amanhã de carnificina nas ruas;
todos dizem desse dia...
muito se  preparam para esse dia,
é certo que se esse dia acontecer,
ninguém estará preparado,
já que ninguém pode estar preparado
estão eu vivo...,
e se vier,  de todo modo, não estarei preparado,
mesmo que julgasse estar preparado para um juízo final.

Só me resta um último gole,
vivo construindo cada momento,
não tenho nem sequer esboço do que serei,
se é que serei alguma coisa.

O que resta é essa agonia de não ser,
ou de ser tão impreciso quanto não existir,
olho outra vez a prateleira de condecorações, troféus e medalhas,
não há nada, suspeito que não existi
pelo menos do modo que eu sempre pensei que existia.

Tudo o que há é o silêncio de não ser nada,
e esse último gole de vinho na boca,
se Deus está lá, ainda não falou comigo,
mas eu sempre penso que ele falou comigo,
para não enlouquecer de abandono..
tenho pecado só para sentir que existo,
que Deus me perdoe.

Nunes 

16-11- 2020


Imperfeitos e incompletos

Resultado de imagem para quebra incompleto

Imperfeitos e incompletos

Somos todos deficientes em alguma coisa,
Somos todos iguais partindo da consciência
de que somos todos criaturas incompletas
e dessa incompletude nasce o amor,
a necessidade de amar e ser amado,
dessa incompletude é que nasce em nós
a integração com a natureza e o cosmo.

Somos todos incompletos,
e a necessidade que temos um do outro
é que nos faz humanos,
é nos dá as virtudes cristãs da caridade e da compaixão,
é o respeito budista por todas as formas de vida.

Somos a extensão biológica de nossos pais,
e a expansão cultural de nosso meio,
somos a terra que germina
e a vida que brota continuamente de si mesma

Numa espécie de auto-criação resultado do fato
de sermos todos incompletos e nos fundirmos
sem que perdemos nossa individualidade
dentro dos universos que nos compõe.

Somos todos maravilhosamente incompletos,
e dessa incompletude que nasce o sentido da vida
e o amor, e essa necessidade de amar
que a palavra amor não alcança...

Nunes 

Canção Boiadeira

Resultado de imagem para boiada e estrada

Canção Boiadeira 

A chuva trouxe de volta as garças boiadeiras,
A cheia no Rio da Prata,
O atoleiro na estrada
E ainda levou a ponte que me leva
A casa onde meu bem morava.
Tudo parece voltar, menos o meu amor,
Esse foi para nunca mais...
Voltar para mim.

Outra vez nas janelas
Encostadas nas estradas
As moças voltam a sonhar acordadas.

Voltam as flores de maio esquecidas nas varandas,
E as floradas de ipê.
Tudo parece voltar, menos o meu amor,
Esse foi para nunca mais...
Voltar para mim.

A noite vem chegando feito gato manso,
A noite vem trazendo o luar
Para alumiar o nosso chão, e a nossa madrugada;
Vai deixar o orvalho em nossa cama de capim.
Tudo parece voltar,  menos o meu amor,
Esse foi para nunca mais...
Voltar para mim.

Voltam os vaqueiros, os caixeiros viajantes
E os barcos que um dia morrem na praia.
Voltam as estações, os pássaros migrantes,
As dores e as lembranças do meu bem,
Tudo parece voltar, menos o meu amor,
Esse foi para nunca mais...
Voltar para mim.


Esse rio que nasce lá na Serra do Ichó
Passa e me entristece tanto...
Ele vive me dizendo
Que tem coisas na vida que só vai.

Feito correnteza de rio que não cessa de ir embora,
O meu amor se perdeu no mundo,
Feito às águas desse rio que deságuam no mar.

Ela no meu coração é esse rio
Que sempre vai e sempre está aqui...

Nunes 

Paciência


Se acaso andarmos em trevas
Brilhará
A virtude da paciência
Feito estrela solitária
Brilhará
Em um céu noturno.

Se acaso andarmos em trevas
Seremos constantes na luta
Certos de que há de chegar o outono
Certos de que haveremos de colher o fruto
De nossa persistência.

Pois tudo passa
Há sempre de surgir
Um sorriso em seu rosto
Certo como o sol há de surgir
Após dias de chuva e frio.

Se acaso andarmos em trevas
Nosso sorriso pode até
Se esconder por um instante
Mas nada desfalecerá
A esperança

E enquanto pulsar no peito um coração,
Enquanto raiar
Este sol nas manhãs de primavera
Teremos esperança.

Nunes 

(Publicado na coletânea RODAS DO TEMPO da (extinta) Associação de Poetas e Escritores de Marília)

Deus tem um plano em sua vida - José Nunes

Sob esse sol nada é perdido
Tudo sobre essa terra tem uma finalidade
Se você ainda respira é sinal
Que Deus tem um plano em sua vida.

O vento não sopra em vão,
As folhas não caem simplesmente,
O fruto apodrecido é esperança de renascimento.

O pastor de ovelhas vigia o perigo,
Os barqueiros esperam ventos favoráveis,
O menino do outro lado da rua,
Displicente, brinca com pedras
Enquanto espera o vento
Para levantar seu brinquedo de papel

O prisioneiro espera o perdão e a liberdade
A moça na janela espera uma carta do seu amado,
O doente espera a cura,
O soldado espera a paz,
A criança de colo não espera nada;
Se deixa confiante no colo de sua mãe.

As pedras são lapidas e forjadas no fogo,
Os santos são provados nas tentações,
Os discípulos são avaliados com rigor,
O barro é amassado e cozinhado pelo oleiro.
Você deve ter percebido que tudo deve passar
Por um processo de transformação

Deixe a vida seguir seu curso natural,
Não queira fazer o impossível,
Nunca esqueça que um rio represado
Possui escape para que não arrebente
E que os cata-ventos não esperam a brisa,
Mesmo assim, ela chega e os colocam para girar

Se você ainda sofre é porque
Deus tem um plano em sua vida
Se os homens não aram desertos;
Muito menos Deus que é onisciente.

Nunes 

Vagalume: Letras

Cavalo de Asas

Resultado de imagem para pegaso


Cavalo de Asas

José Nunes


Não queira me prender
Eu sou folha solta ao vento
Não me importo se os homens inventaram
Cidades, Estados e estrada
Conheço dois mundos
Caminho por esse que não tem estrada
Fronteiras e portos de partida e chegada

Passo por essa cidade
Passa o desfile cívico
Passa porta bandeira
Mas esse não é o meu lugar
Estou solto feito folha ao vento
Não espero nada mais
Que ser lançado no ar
Sem saber onde vou cair
Um apocalipse

Não sou amargo
Apenas desconheço o chão
Antes de cair sou lançado
Outra vez no espaço
Cavalgo um cavalo de asas

Quem vai me pedir para ficar
Eu que olho o mundo
E sou estranho em qualquer lugar
Tudo que eu sei é passar
É deixar meus passos na estrada

Eu tenho você
Que nunca me disse para ficar
Ou correr juntos a mesma estrada
Eu tenho você que me deixou
Ao sopro do vento
Sobre as ondas que nunca se aquietam

Nunes 

Sangue Místico


https://youtu.be/3OGZ2eJCADw

Ainda posso ler no seu olhar.


Onde Deus respira

Reconciliação, perdão e amor

Resultado de imagem para RECONCILIAÇÃO


Reconciliação, perdão e amor

Todos nós erramos,
Muitos de nós não temos
O tempo para repararmos nossos erros,
Outros de nós  não tem a sorte
De não ficar sequelas desses erros
E somos obrigados a pagar
Por esses erros a vida inteira.

A caridade e a compaixão
É o maior e mais belo ensinamento Cristão.
Tivemos o tempo e a sorte,
Perdoar, chorar justos pelo nosso passado,
Olhar em seus olhos e sentir
O amor de Deus e o seu perdão.

Aliviou meu coração, agora sim, posso caminhar
Sem o peso morto dos rancores,
Sem as feridas que não fechavam,
Sem as ruminações do que fomos.

Eu quis tanto, tanto...
Ter chorado outras vezes,
Eu quis tanto, tanto...
Ter ouvido suas palavras de perdão.

Todos nós erramos,
E nossos erros foram etapas do caminho,
Todos nós erramos,
E nossos erros foram degraus da escalada.

A compreensão de que somos sempre um esboço
Do que poderemos ser um dia,
A compreensão de que erros e acertos é a vida
Vivida com toda a sua veracidade,
A compreensão de que estamos a caminho de nós mesmos,
E que muitas vezes somos enganados
Por nossas verdades, nossas convicções
E nossas supostas razões.

Todos nós erramos,
Hoje, porém, choramos justos nossos erros,
Nos entreolhamos feitos amigos
E nosso olhar confessou a saudade que sentíamos,
E nosso olhar nos deu a certeza do perdão,
Depois o sorriso com a leveza de alma liberta,
Depois o sorriso que dizia que podíamos ser felizes...

Nunes 

Almas Solitárias


Eu deixo você e outras coisas,
Eu deixo o passado feito fumaça que dispersa no ar,
Eu deixo a vida, a vida que é a cada respirar,
Eu deixo tudo para amanhã ou para nunca mais,
Eu abandono o vício e os prazeres dos instintos,
Eu abandono tudo feito um eremita,

Feito uma freira que já amou
E não consumou o ato de amor,
Eu amo sublimando tudo que amo,
Eu abandono tudo, esqueço tudo,
Eu posso fazer tudo por você,
Eu posso fazer tudo por mim...

Só não posso abandonar-me ao tempo,
Minha alma é um filho que pede
A minha dedicação a vida inteira,
Essa alma talvez seja diferente da sua alma;
Mas eu sei que há muitas almas por ai...

Almas que sentem saudade de si mesmas
E não podem ser deixadas ao relento...
Minha alma pede por mim nas trevas dos dias recorrentes.

Nunes

25-11-2011

Na curva sinuosa do rio

Resultado de imagem para casa velha de fazenda


Na curva sinuosa do rio 

A árvore frondosa cresceu ao pé da velha casa abandonada,
onde todos já morreram.
A montanha imperceptivelmente cresce ao fundo da velha casa,
o mesmo rio do tempo de meu pai, ainda menino,
corre um pouca mais sinuoso.

Meu espírito impetuoso,
minha alegria eufórica,
minha pressa de chegar...
se acalmou no curso desse rio indiferente ao tempo dos homens.

Meus olhos se deixaram na composição e na forma
dessas pedras na queda d"água;
quanto demorou para formar
esse furo na pedra onde a água e o vento batem,
quanta paciência e calma eu preciso para formar essa alma;
a resposta vem na curva sinuosa do rio. 

Nunes




A Guerra Oculta

Esta ocorrendo uma guerra oculta
as ideologias que desestruturam, deformam
e buscam a destruição dos valores cristãos,
em outros planos, tem respaldo direto da magia negra
e dos discípulos das trevas.

Essa deformação do homem foi iniciada no começo do século XIX
juntamente com a deformação e a desestruturação da arte,
que também contou a mão da magia negra. 

O Cristo é o outro lado dessa batalha,
porém o mal tem seduzido os homens com seus prazeres do corpo,
muitos do que lutam dessa batalha não sabem que lutam contra o Cristo,
são seduzidos e comprados pelos prazeres sexuais 
que a ideologia contra o Cristo
pregam como dignas, legítimas e um direitos. 


O Cristo e seus combatentes da luz são verdadeiros, 
E não é fazem concessões quanto ao vício, ao mal e ao pecado...
O Cristo e seus combatentes condenam o que pertence ao diabo
E permanecem firmes no que é o Bem Supremo.

O mundo, ao fim dessa guerra,
 sucumbirá nas mãos do maligno
que age nos planos ocultos através de seus discípulos da magia negra.


Nunes  

A desconstrução da arte e a desconstrução do homem

Resultado de imagem para urinol de duchamp

Um louco no hospício afirmando que é Napoleão
não  faz dele Napoleão;
essa insistente em afirmar que ele é Napoleão
apenas nos dá mais razão para que o consideremos um louco
que afirma ser Napoleão.


Um urinol não é arte só porque Marcel Duchamp
afirmou que tudo é arte se a considerarmos arte.
Quando consideramos que um urinol é arte
passamos a descaracterizar e a desconfigurar a arte.

 Essa desconstrução da arte através de teoria que contextualiza objeto,
 desclassifica e descaracteriza com malabarismos teóricos absurdos,
 é de fato uma destruição de tudo que está estabelecido,
 ignorando os milhões de ano que a humanidade precisou para atingir
 o grau de evolução de conhecimento que vemos nos grande Mestres da arte.

Considerar um urinol obra de arte é fazer se de louco,
compará-lo a Monalisa estão, é o cúmulo da estupidez teórica.
Os malabarismos teóricos não fazem de um urinol arte,
se assim fosse podia tornar a mosca uma vaca, e comer a mosca e não a vaca.

A arte de Duchamp é fruto da incapacidade de produzir arte,
da ira, da inveja e da cobiça das virtudes e dons dos grandes Mestres da Arte.
Pior que o urinol é o bigode que Duchamp colocou na Monalisa.

Muito da arte moderna pode ser considerada arte subjetiva
porque não possui propósitos elevados,
às vezes não possui propósito algum,
não possuem a consciência da alma,
a clareza psicológica, a filosofia, a ordem, a mística,
a ciência e o conhecimento dos grandes mestres clássicos.

A arte subjetiva é fruto da mente moderna iludida
e identificada com a modernização,
o avanço cientifico, o materialismo e a industrialização
que roubou do artista moderno a alma,
o coração, a consciência de si mesmo e do homem.

O resultado dessa identificação é a desordem
e o desencontro consigo mesmo que vemos refletido na obra arte.
O resultado dessa ilusão e dessa identificação
com a industrialização e o consumo
é a destruição do planeta e a descaracterização do homem.

A desconstrução da arte é reflete na própria desconstrução do homem.
É preciso considerar que á existência
de qualquer coisa está sujeita a lei de estruturação,
o que não é estruturado e não pertence a um contexto
não pode ser considerado objeto identificado.

O urinol de Duchamp não se torna obra de arte
simplesmente porque esse objeto está em uma galeria de arte.
O urinol de Duchamp é considerado objeto identificado
porque o conhecemos como urinol com função de urinol,
se não o identificássemos como objeto identificado e com essa função,
não poderíamos chamá-lo de objeto identificado,
e o urinol de Duchamp seria apenas um objeto com formado estranho
e função não identificada, ainda assim poderiam chamá-lo de arte,
apesar de não corresponder aos critérios da arte,
afinal, estamos na era das teorizações e das problematizações.

Se não conhecêssemos o objeto urinol,
ele não era nem se que objeto identificado que dirá arte,
o fato de esse objeto estar contextualizado não o torna arte.

Se a contextualização é capaz de transformar os objetos e suas funções,
podemos estão servir nossas refeições em penicos
que um dia exerceram a função de penico.
(Isso não é uma ideia para artistas modernos)

Nessa era de teorizações precisamos saber
que essas teorizações não podem substituir a realidade,
o bom senso, a consciência e as leis que estruturam todas as coisas;
essa tentativa de justificar e dignificar tudo,
além de ser obra de nossa falta de aceitação de nos mesmos,
gera uma inconsciência de ser e existir nunca vista antes.

Essa inconsciência vai na contra mão da função elementar da arte
que é a construção do homem através da consciência de si mesmo.
As teorizações de nosso tempo são capazes de dignificar
qualquer coisa e qualquer atitude,
e essa tentativa de explicar a desconstrução da arte
é mais obra de arte que a própria arte a qual a teoria se refere.

 A desconstrução do homem se dá através das teorias
de descaracterização do homem no contexto da desconstrução da arte.
É preciso recordar que nos identificados sendo homem ou sendo mulher
por nossas próprias características biológicas, psicológicas e anímicas...
qualquer coisa desestruturada e descaracterizada não pode ser identificada,
então podemos edificá-la apenas como objeto não identificado.

É o que esta ocorrendo com o homem contemporâneo,
essa desconstrução, está deixando difícil saber
psicologicamente até fisicamente
o que é um homem e o que é uma mulher.

A mais grave da descaracterização é a inconsciência
de nós mesmos e a falta de parâmetros do que é certo e do que é errado,
parâmetros sabiamente previsto pela natureza.
Quem determinou o certo e o errado?
A própria natureza que obedece às leis biológicas
e todas as leis que estruturam todas as coisas,
e numa visão mais ampla,
 podemos considerar as leis ocultas que rege a vida dos homens

Se acaso nascesse uma criança com os braços na cabeça
e as pernas no lugar dos braço diríamos que a criança é um monstro.
Então porque estamos querendo desestruturar tudo para dignificar
nossas condutas mais repugnantes e nossas incapacidades mais insuportáveis.

O urinol possui uma função,
portanto, a arte tem que exercer uma função
e a função da arte é despertar o homem para si mesmo,
para sua própria realidade física e espiritual.
A função da arte é revelar o homem a si mesmo.
A desconstrução da arte e a desconstrução do homem,
é produto da própria inconsciência do homem,
que está sendo degenerada com os conceitos que desconstroem o homem.

A arte de Duchamp se afirmou
porque a critica não teve coragem de dizer que um urinol não é arte,
isso é similar aquela historia da roupa invisível do rei que estava nu,
e ninguém teve coragem de parecer ignorante.

O pior é ver que ainda estamos tentando entender
ou justificar nossa estupidez chamando de leigos em arte
qualquer um que considera ridículo esse auto-engano.

O relativista é ferramenta de desconstrução
e destruição dos valores na sociedade cristão,
quando perdermos a identidade;
o Sistema será estabelecido
segundo os parâmetros dos desconstrutores do homem e da arte.

Os cristãos inocentes não compreendem que até a magia negra de Crowley
contribuiu para a deformação e desestruturação do homem e do CRISTIANISMO,
e a deformação da arte moderna.

Nunes 

A realidade e a verdade deles



Não se engane!
Essa realidade que nos é mostrada
É criada pelos mesmos que dizem que estão preparando
Nossos filhos para a realidade criada por eles,
E alimentada quando entregamos nossos filhos para serem "educados"
Segundo a REALIDADE DELES.

Quando dizem que estão preparando seus filhos para a realidade,
Na verdade estão doutrinando seus filhos segundo a verdade deles.

A realidade de nosso mundo pode ser outra
Quando o criamos a partir de nossos valores...

Nunes 

Nas ruínas do templo

Resultado de imagem para igrejinha abandonada

Nas ruínas do templo 

Se você veio até aqui,
Pelos mesmos caminhos que passei,
Certamente você viu...
As cruzes e as encruzilhadas onde morri um pouco a cada dia.

Certamente você viu...
Onde caminhei altivo, onde me arrastei feito
Um soldado ferido sangrando.

Certamente você viu...
A árvore, a sombra onde parei para descansar.

Certamente você viu...
Formar no céu, nuvens baixas e negras
Prenunciando á  tempestade...,
E os relâmpagos de descobrimentos 
larearem à face oculta de tua mente.

Certamente você ouviu...
No deserto, o ruivo de cães famintos
E de corvos insaciáveis de carniça humana.

Certamente você viu...
As ruínas do templo, os desertos de sal
E a solidão tempestuosa dos mares.

Certamente você passou
Pela noite de seduções de demônios fornicários.

Certamente você viu...
As asas do cavalo dragão, a visão do paraíso
E os símbolos oníricos.

Certamente você viu...
Humanos largados aos vermes
Ossadas largadas à terra e as pegadas do Mestre.

Certamente você perdeu e encontrou,
E voltou a perder os companheiros a caminho.

Certamente você viu o céu se abrir
E revelar o porvir da humanidade.

Certamente você se viu vestindo com qualquer coisa
Porque estava nu e descalço; 
Sem saber para aonde ir.

Certamente você viu...
Que a vida e a matéria são miragem,
E que o espectral é sólido.

Certamente você viu o horizonte rasgado,
E para além do explicável o angustiante caminho sem fim.

Certamente apareceu os cemitérios,
Simbologia clara, de que temos que morrer...

Certamente você viu
A oxidação da matéria aqui dentro da eternidade.
Certamente você me vê
A caminho sangrando.

Certamente ainda virá A Noite Escura da Alma 
De São João da Cruz. 

Nunes

Cristianismo e inclusão social


A inclusão social é um ato de caridade, amor, consciência, sacrifício, humanidade, bondade, nobreza, compreensão, espiritualidade e responsabilidade por parte daqueles que acreditam possuir o poder de incluir ou excluir os indivíduos na sociedade. As virtudes da alma nos faz verdadeiros diante dessa teoria da inclusão social que se tornou moda e palanque político, ideológico e mercadológico.  

A exclusão social antes de ser uma atitude social ela está no interior de cada ser humano, e se manifesta sutilmente em nosso olhar. Quando falamos em individuo incluído estamos falando de individuo que poderiam ser vitimas de exclusão, seja por sua condição social, física, mental ou sexual. Observe o seu olhar sobre os excluídos da sociedade, observe a sua atitude interior, aquela atitude que se manifesta em segredo consigo mesmo, aquela atitude que não é exteriorizada, para que não sejamos vistos como pessoas de má conduta social espiritual e humana.

A inclusão social possui em si mesma a sutileza da hipocrisia quando observamos que essa inclusão social nasce em nosso olhar sutilmente cruel, preconceituoso e seletivo.
Por mais nobre que possa parecer essa atitude de inclusão social, ela esconde o nosso olhar seletivo, cruel e hipócrita. Muito do que defendemos com unhas e dentes através de teorias não somos capazes de praticar quando somos colocados á prova. Podemos defender a liberdade sexual e a livre expressão de sentimentos humanos, mas será que podemos suportar essa liberdade sexual e essa livre expressão de sentimentos dentro de nossa casa, entre os nossos filhos e filhas. Defendemos as mais variadas depravações humanas desde que não seja conosco e entre os nossos, desde que seja bem longe da porta de nossas casas. Se não podemos aceitar a liberdade sexual e a livre expressão de sentimentos entre os nossos e á porta de nossas casas estamos sendo hipócritas e demagogo... 

A exclusão nasce no olhar, nossas atitudes inclusivas esconde nossos mais profundos preconceitos, observe que nossa atitude diante do excluído é de exclusão, a nossa atitude de ilusão de poder de incluir ou excluir esconde o mais profundo sentimento de superioridade. Não somos capazes de olhar os que podem ser indivíduos incluídos ou excluídos por nós como sujeitos iguais a nós, não somos capazes de conversar e olhar para esses indivíduos como pessoas dignos de respeito por si só e por sua própria condição humana.
É normal vermos nas empresas algumas pessoas com necessidades especiais, essas pessoas estão incluída na sociedade de um modo mais completo e complexo, temos por elas simpatia e damos a elas nossa atenção, mas, como é nosso olhar interior para essas pessoas. O nosso olhar interior para essas pessoas é um olhar de exclusão?  

Exclusão! Essas pessoas as quais consideramos incluídas na sociedade é olhada por você socialmente como um individuo igual a você, você é capaz de conversar com esse individuo incluído no seu meio social de igual para igual, sem aquela simpatia e atenção que temos para com as pessoas que consideramos mais fracas que nós e que não apresentam ameaças de rivalidade e disputas conosco, essa simpatia se justifica com esse olhar de falsa superioridade, você tem uma profundo respeito e admiração por essa pessoa ou essa pessoa é alvo de suas brincadeiras que oculta o mais profundo sentimento de superioridade mascarada por nossa falsa simpatia, você já observou que você sempre fica do lado das pessoas iguais a você ou superiores a você, quando esse individuo incluído no seu meio social é vitima de "brincadeiras simpáticas", que geralmente revela o nosso olhar de falsa superioridade porque essas brincadeiras são quase sempre inocentes ou idiotas. Porque você não se une ao individuo incluído na sociedade para fazer brincadeiras simpáticas com o seus superiores ou com aqueles que você considera em igual condição a você, porque você não senta com esse individuo e conversa com ele como se ele fosse seu superior ou igual a você, isso não acontece porque você olhar para esse individuo com seu olhar seletivo e interior. Certamente você não olha para o individuo incluído em seu meio social de igual para igual, você não faz isso, não faz porque olhamos para essas pessoas incluídas na sociedade como indivíduos inferiores a nós.

Será que estamos incluindo individuo ou estamos criando uma sociedade de individuo incluído na sociedade, e continuamos olhando para esses indivíduos com se eles fosses apenas pessoas dignos de nossa piedade e simpatia. A virtude cristão nos ensina que somos nós que mais ganhamos quando entendemos a mão ao necessitado, a virtude cristão nos ensina que somos privilegiados e crescemos em virtudes quando somos capazes de um ato de amor e compaixão pelos nossos irmãos. 

Esses indivíduos incluídos na sociedade não necessitam de nossas brincadeirinhas simpáticas, eles por suas próprias capacidades e condição humanas são dignos de respeito, igualdade e consideração. Quando passamos uma boa parte de nossas vidas como doentes, aprendemos na própria pele o que de fato é a inclusão e a exclusão.
A inclusão social não pode ser usada por partidos políticos, não pode ser usadas como palanque de ideologia socialista ou capitalista. As ideologias entraram no Cristianismo usando a caridade e a compaixão cristã, se confundido e se fazendo confundir com o Cristianismo, entraram como se fossem amigos e trouxessem algo novo para o Cristianismo, entraram feito um presente de grego um Cavalo de Troia. Entraram no Cristianismo através da caridade e da compaixão cristão, depois que essas ideologia estavam estabelecidas  dentro do Cristianismo, se viram prontas para colocar as pautas sexuais. As igrejas tomaram as ideologias como se fosse um novo orientar espiritual dentro das igrejas. 

O Cristianismo não precisa de ideologias políticas para ser orientados no que Jesus Cristo e a vida dos Santos ensinou: o que é amar o próximo, o que é caridade e compaixão. Aprendemos que o perdão e bem que se faz ao próximo é um bem que se faz a si mesmo. Não precisamos de ideologias políticas para ensinar o que são Francisco e muitos dos Santos e Santas viveram na carne. Para esses seres grandiosos de espírito e alma o que chamamos de inclusão é a compreensão da vida e de nosso condição interior diante da vida, é o caminho natural para o progresso espiritual.  

Nunes 

Muito pior que o desprezo é a indiferença

Resultado de imagem para mendigo dormindo em meio a multidão


Muito pior que o desprezo é a indiferença

Acima ou abaixo da linha do equador,
Certamente abaixo da linha da miséria,
Não somos os esquecidos,
Somos os que nunca foram lembrados;
Aqueles em que o grito nem sequer é sufocado,
Porque não temos força para um grito.

Aqueles que nem sequer são explorados
Porque não temos nada para ser tomado,
Somos esses da miséria inútil.

De tão miseráveis!...
Não somos nem ao menos excluídos,
Nosso gemido de dor é abafado,
Por nossa própria fraqueza.

Não incomodamos ninguém
Porque nem sequer existimos
O suficiente para incomodar.

Não temos o luxo de ser classificados
Em qualquer classe social,
Somos aqueles sem estatísticas,
Somos aqueles que nem sequer são desprezados;
Para que fossemos desprezados
Seria preciso antes que fossemos vistos.

Não somos aqueles que é ignorado,
Não nos olham com indiferença,
Simplesmente, não somos nem sequer olhados.

Não somos o caricato o estereotipado
Porque esse é ao menos um classificado,
Somos esses incapazes de explicar a própria dor,
Somos esses que nem sequer foi abandonado a própria sorte,
Porque não temos nem a sorte nem o azar.

Se existimos, se é que existimos,
Não incomodamos o suficiente para sermos vistos,
Não temos voz, não temos grito, não temos lágrimas,
Em nós tudo é tão seco como esse chão.

Não temos o horizonte dos homens que sonham,
Não temos o pesadelo dos homens que sonham,
Somos apenas corpos plantados,
E a nossa dor não tem gemido;
Então olhe nos meus olhos,
Então olhe no meu rosto desfigurado de sofrimentos.

O que se vê em meu corpo não são marcas do tempo,
Porque nem sequer somos estagnados,
Estamos muito abaixo disso...
Não somos ao menos desprezados,
Sequer nos olham com indiferença;
Na verdade somos de fato invisíveis
Porque de tão fracos não somos capazes de existir.

Não nos negaram nada,
Não nos ofereceram nada,
Porque ainda nem sequer fomos vistos.
Não nos perguntaram nada porque não temos voz.

Não nos reprimiram de nada
Porque nosso grito já é silenciado
Por nossa fome e nossa fraqueza.

Quando nossos corpos começarem a feder
Em todos os cantos,
Então, começaremos a existir e a incomodar
Com o nosso mau cheiro.

Meu Deus, meu Deus
Se tu és o Pai de todos os  homens
Porque nos colocou aqui...
Senhor, não sei dos vossos mistérios...
Homens, não sei nada das vossas maldades.

Nunes

Oásis de Silêncio



Oásis de Silêncio 

É um oásis no deserto:
um gotejamento na garganta seca,
uma cama  fresca e macia,
um instante em meu coração,
um suspiro de satisfação,
um remédio refrescante na ferida,
nm instante de silêncio,
um momento em seu corpo...
a sombra de uma árvore.

Não espere mais que um instante, um lugar
de oásis, relaxamento e alívio.

Por isso faço do meu coração,
pedra de esmeralda,
porto de partida e de espera
desses momentos de felicidades,
que abrem a porta para o paraíso da alma,
mesmo com o deserto e a guerra ao lado.

Sem fascinação com o mundo,
que adormece a alma dentro do corpo,
quero esse oásis de silêncio de vozes e gente;
o som de todo modo existe.

Nunes

Forja de Provação

Resultado de imagem para bigorna e martela

Forja de Provação 

Se o amanhã pertence a Deus,
hoje quero viver segundo a sua lei
e sob luz dos mandamentos seus,
sou perseverante, e nada temerei.

Por caminhos de pedras andarei,
poderá até me faltar a sua luz,
porém, jamais deixarei
de caminhar rumo a sua cruz.

Ando pelo deserto da alma
Sou forjado no fogo da provação
Perdi a paz, perdi a calma.

Senhor, estendestes-me a sua mão,
colocaste-me outra vez de pé,
estou forte, e novamente tenho fé.

Nunes

Não perca á oportunidade de fazer o bem

Resultado de imagem para dando esmola


Pois eu vos digo que a qualquer que tiver ser-lhe-á dado, mas ao que não tiver, até o que tem lhe será tirado. Lucas 19:26 - parábola dos 10 talentos 

Não perca á oportunidade de fazer o bem 

Nunca perca uma oportunidade na vida,
Especialmente aquelas oportunidades de ajudar o próximo,
de pedir perdão,
de dar um elogio,
de reconciliar com seu irmão,
de dizer te amo,
de estender sua mão,
de viver um amor,
de fazer amigos,
de conhecer o outro,
de ser ajudado,
de cuidar de alguém,
de curtir seu filho,
de escutar os mais velhos,
de ensinar os mais novos,
de amar outra vez,
de se apaixonar,
de recomeço e reconciliação.
de mostrar o que você tem de melhor,
de mudar o que não lhe agrada,
Como você vê, a vida é cheia de boas oportunidades,
E as boas oportunidades é Deus estendendo sua mão,
Estão aproveite e faça da vida uma canção sem fim....

Nunca perca a oportunidade de ajudar o próximo,
Porque essas oportunidades são acontecimentos que Deus nos dá
Para que paguemos nossas dividas com ele.

Nunes