Pesquisar este blog

sexta-feira, 9 de abril de 2021

Não se oculte mais aos meus olhos.

 Me entregue o seu amor

me entregue sem reservas,

não me deixe nessas noites longos e vazias de sua presença.

Se eu não te encontro aqui,

se eu te procuro por dentro,

se eu te procuro por fora,

se eu não te encontro

desespero, tenho medo e procuro um pecado acolhedor

um vício que faz companhia nessa solidão dessa noite longa e vazia.

Se estou na taberna, se amanheço na taberna

é porque a minha mulher, a mais amada de todas as mulheres,

a mulher pela qual os guerreiros são capazes de viver e morrer

não me olhou uma vez ao menos.

Eu te amo tanto... te quero tanto...

mas você não anda comigo durante o dia,

não vem para o meu leito,

não manifesta no meu peito,

eu não te esqueço, nunca te esqueço! 

meu pensamento nunca te abandona,

mas eu não  sinto sua presença.

Sei que nunca me abandona,

sei que sempre está aqui,

por favor, não se oculte mais aos meus olhos

que te desejam a tanto tempo. 

Se eu tivesse a sua presença ao alcance dos meu olhos

o pecado não teria vez.

Me pergunto: 

Será que eu ainda não te amo o suficiente

para ser digno de sua presença.

Essa não será uma noite na taberna,

essa será mais uma daquelas noite que te espero

feito um noivo do altar. 

Nunes 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHAR