Pesquisar este blog

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Amor ao silêncio

Poeta Nunes


 Amor ao silêncio

 

Se todos estão falando

é sinal que devo apenas escutar,

ou nem mesmo escutar.

Se todo mundo é dono da razão,

e a verdade é segundo seus caprichos e conflitos

é sinal que não devo dizer nada,

até mesmo porque nessa gritaria ninguém ouve ninguém. 


Eu cansei de dizer,

meus poemas não são para dizer,

meus poemas são para não dizer

e morar no meu próprio coração

depois no som do silêncio. 

Posso até responder, mas será tão compassado

que terei tempo de analisar cada palavra pronunciada.


Tudo que eu quero é ficar longe dessa gente barulhenta

cheia de razões e verdades. 

Eu olho para o céu, eu olho para qualquer coisas

que rasteja ou sobe essas paredes, 

ou para aquele tronco de madeira

que um dia serviu de palaque de porteira;

qualquer coisa me diz muito mais que gente,

e isso me faz mal.

Prefiro os  compassos do meu próprio coração

que ouvir gente, 

Aprendi a me satisfazer de silêncio,

não fale nada! Está melhor assim. 

Nunes 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHAR