Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Filocalia: Aceite-me com esse coração ferido

Aceite-me com esse coração ferido


Esperei o vento passar
esperei a noite chegar,
esperei a lágrima cair,
esperei o silêncio e a solidão,
esperei a tempestade passar
para poder te oferecer
o meu coração e meu espirito tranquilo,
nada cessou, a noite sempre chega;
então decidi te entregar meu coração ferido
minha alma machucada,
meu corpo açoitado pelas lembranças do pecado.

Então decidi me entregar assim mesmo...
ferido e sentindo essa dor 
que não houve tempo que aliviasse;
eu me entrego do modo que sou
porque não sou capaz de fazer melhor que isso...

Aceite-me com esse coração ferido,
com esse corpo marcado pelo pecado,
eu quis muito me preparar para ti,
mas compreendi que é assim 
machucado que chegarei a ti,
compreendi que reconhecendo 
minhas fraquezas nessa tempestade 
que chegarei a ti.

Faço dessa dor um clamor de perdão
e misericórdia, uma corda, uma estrada 
que me liga e me leva a ti.

Não sou digno de ti, Rei dos reis, 
Puro dos puros, Santo dos santos ,
sou mais um mendigo a sua porta,
mas sou o seu convidado... 
a sua mesa está posta,  não há mais tempo 
para vestir me de modo digno para sentar a sua mesa.

A sua misericórdia e o seu amor
me aceita como sou. 

Nunes 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHAR