Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de abril de 2020

A unidade nacional do povo Brasil




Mulheres,  homens e criação de mercado

As propagandas com mulheres
Tomando cerveja na praia
E dando cantada em homem,
Revela o poder socioeconômico
E a liberdade sexual da mulher pós-moderna.

A indústria de cerveja
Explora um novo mercado consumidor:
As mulheres que tomam cerveja com amigas
E praticam sexo sem compromisso.

A indústria faz insinuação de liberdade que imita homens,
E assim cria um mercado de mulheres
Consumidoras de bebida alcoólica
E praticantes do sexo descompromissado...

Quando esse mercado e essa nova mulher estiverem consolidados,
Pensaremos que foram revolucionárias
Nunca suspeitarão que na verdade
Foram induzidas a praticar essas liberdades.

Fomos induzidos na industrialização, no sexo,
Na família, nos comportamentos,  no capitalismo etc
Fomos induzidos a fazer  o que era bom para o novo sistema implantado,
Ficamos com a ilusão de revolução e progresso,
Até que acordamos com a família e os valores humanos desfeitos
E com o pesadelo da grande catástrofe ambiental que se aproxima.

Estamos criando o mercado de homens metrossexuais,
Consumidores de todas as novidades do mercado da estética masculina,
Esse homem que ficam entre o gay e o não gay,
Um homem de pele macia e depilada, e com silicone na bunda...
Esse homem metrossexual não pode ir para a cadeia!
Porque ele já vai pronto virar namorada de alguém.

A televisão segue as pautas do Partido,
Santifica e dignifica as depravações sexuais,
E todos costumes  comportamentos condenáveis  pela fé cristã,
Criam a realidade, segundo a pauta do Partido,
Depois diz que essa é a realidade,
E doutrina seus filos segundo a realidade criada por ela,
Segundo as pautas do Partido.

A unidade nacional brasileira está no CRISTIANISMO,
Nunca estará nas pautas do Partido,
Ou nos esteriótipos que as mídias inventaram 
Para criar mercados, produtos, públicos consumidores
E mudanças culturais que atendam as perspectivas do Partido.

O  CRISTIANISMO deve ser defendido como unidade e identidade do povo brasileiro.   

Salomão Alcântara
Nunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHAR