Pesquisar este blog

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Essencialismo Imparcialista


O essencialismo imparcialista é uma fase do Imparcialismo,

com a poesia que anda entre os conceitos sem incomodá-los 
e sem ser incomodado por eles.

O essencialismo é a leveza compreensiva
e livre na poesia e na arte. 
O essencialismo é a poesia atômica.

Os pilares do essencialismo é a substancia criadora, 
é o fundamento universal comum a todos 
e inegáveis para a religião e o homem.

O essencialismo imparcialista
é a essência capturada num instante de silêncio,
é a significância que nasce da consciência
de insignificância diante da eternidade,
por isso, o essencialismo imparcialista
é uma mão dada a tudo que está além da efemeridade da vida.

Sem a mística o essencialismo imparcialista
seria a ausência desesperadora de significado da vida

O essencialismo imparcialista só pode existir
olhando para a essência atômica da coisas
e a transcendência da vida humana.

Sobre os aspectos físicos e os acontecimentos da vida
Há um relativismo e uma mecânica apavorante. 

Não fazer falta a ninguém,
Não ser significativo o suficiente para ser transcendental,
faz do sucesso, do reconhecimento acontecimentos relativistas, presos 
e sujeitos ao tempo e a efemeridade da vida.

Uma gota da eternidade é tão palpável
que os acontecimentos e a nossa significância
é insignificante e mecânica.    

Nunes      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHAR