Pesquisar este blog

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Caminho negligenciado

Eu não te abandonei,
Apenas vou contigo por outro caminho,
Te levo em meu coração,
Você sempre foi o meu primeiro e único amor.

As batalhas da vida
Sempre me puxavam para o caminho
Da vida ativa e prática,
Porém eu sempre vivi embaixo de suas asas amorosas,
Eu sempre quis estar no silêncio de meu quarto,
Eu sempre quis estar apenas em seus braços,
Eu quis uma vida contemplação.

Havia um desencontro,
O mundo cobrava de mim mais consciência e ação,
Então eu te pedi que me desse os teus aspectos
Apropriados a uma vida dentro desse mundo de trabalho e guerra;
Estão despertastes em mim a consciência,
A sabedoria e o discernimento para viver
Uma vida de acordo com o caminho
Que  me vou entregue desde o meu nascimento.

Deixei suas asas amorosas,
Agora sou o guerreiro em seu nome,
Seu filho que anda ao seu lado
Pelo meu caminho antes negligenciado.

José Nunes Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHAR