Pesquisar este blog

quinta-feira, 22 de março de 2018

Meu coração eremita

Eu quis subir as montanhas ilusórias do mundo,
Eu quis o topo e a gloria,
A vida me obrigou que subisse as escadarias da vaidade,
Do orgulho e da preponderância,
No fundo, meu coração eremita,
Sempre quis a humildade, a solidão e o silêncio.

Deus me chama de suas alturas eternas,
Me chama das profundezas dos abismos...
Eu tomei coragem e saltei, eu tomei coragem e alcei voo,
Meu coração transborda da alegria mística,
E espero pela providencia divina,
Sem a prepotência dos homens que ambicionam as vitorias no mundo.

J.Nunes
       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMPARTILHAR